sábado, 8 de abril de 2017

Nós, os indignados

video

De tanto ver impunes os corruptos desse país, nós os indignados, chegamos a sentir vontade de cometer uma heresia, e escrever assim de forma minúscula e vazia uma palavra gigante pela própria natureza que representa nossa pátria amada: brasil.
Honestidade é uma virtude nobre, por isso não se espera que ela exista na índole das pessoas baratas ou nas atitudes dos canalhas, dos desmiolados que venderam a sua honra ao custo de 100 reais ou menos o voto, ou na prática dos “espertalhões” que por milhões se corrompem sem vergonha nenhuma na cara. Honestidade, ainda mais quando se trata do que é público, exige que se seja correto mesmo quando ninguém está fiscalizando, mesmo quando se tem a plena certeza de que nunca vai ser pego, flagrado com a boca na botija ou com o dinheiro depositado numa conta na Suíça .O preço que a honestidade cobra, não tem malandragem que pague, não tem esperteza que salde. Decência é atributo de gente de verdade que tem mãos limpas e sem rabo preso, não se encontra na conduta de covardes, ladrões ou patifes, que mesmo que nunca sejam condenado pela justiça dos homens, já tem sua alma vendida e comprometida, só esperando a hora para ser consumida pelo fogo do juízo final…

Nenhum comentário:

Postar um comentário